MANIFESTO

Sonhamos com um país. Sonhamos com um país que nos fez ter vontade de crescer e fazer parte da solução. Um Portugal de oportunidades, que chama por uma nova geração de líderes. Temos a ambição, qualificação, talento, vontade e a responsabilidade de fazer a nossa parte: temos uma voz na matéria. 

Não somos os que saem e os que ficam, não somos os que participam e os que não participam. Não somos os que querem o divórcio com as origens. Somos, juntos, a força e a convicção que mais nenhuma geração terá de esperar, sair ou desistir para viver.

Há muitas formas, desígnios e caminhos para construir um país. Há um Portugal que espera, enquanto outro Portugal grita por mudança. Um Portugal divide. Outro Portugal acredita que ainda é possível. Um Portugal conforma-se. Outro Portugal quer liderar. Um Portugal desiste. Outro Portugal escolhe lutar.

Mas nós só temos um país e precisamos de todos para lá chegar: que não nos dividam os estratos sociais, as profissões ou as orientações políticas. Que nos una a vontade de criar um país que nos serve melhor, com líderes que nos representam e oportunidades que nos recompensem na mesma medida em que nos esforçamos.

A matéria que Portugal formou é o resultado da geração que nos impulsionou e nos tornou a mais bem preparada de sempre. Agradecemos, mas a gratidão não nos senta nas mesas que devia sentar. Reivindicamos esse investimento pelos que vivem presos pela falta de horizontes, e por quem não consegue sair da pobreza. Pelos que não conseguem sair de casa dos seus pais, pelos precários, e pelos eternos estagiários. Pelos que queriam ficar, pelos que não conseguiram estudar. Pelos que querem fazer mais e melhor.

Crescemos com esta promessa. Muitos de nós foram os primeiros da família a terminar o ensino, muitos de nós são fruto de um esforço coletivo, o orgulho da vila e da cidade. Mas precisamos de mais. Mais espaço, mais vontade, mais atenção, mais oportunidades, mais. Mais lugares à mesa (somos muitos para jantar!).

Um Portugal espera. Outro Portugal escolhe lutar.

Estamos preparados. Deixem-nos arriscar, deixem-nos falhar. Acima de tudo, deixem-nos tentar. Não desistimos deste país, porque temos uma visão, uma opinião e queremos ser parte da solução.

Temos uma Voz na Matéria.

NOTA: Este manifesto respeita todas as pessoas, todas as identidades de género e todas as orientações sexuais, respeitando e celebrando todas as culturas, origens sociais, económicas e etnias. Pautando-se pelo respeito dos direitos humanos.

O NOSSO MANIFESTO CONTA TAMBÉM COM UM GRUPO DE SUBSCRITORES COM PAPEL RELEVANTE NA SOCIEDADE CIVIL 

Álvaro Siza Vieira — Ana Vidigal — Armando Marques Guedes — Armindo Monteiro — Carlota Ribeiro Ferreira — Carlos Fiolhais — Conceição Zagalo — Daniel Oliveira — Dino d'Santiago — Emílio Rui Vilar — Fernando Soares — Francisco Mendes da Silva — Gonçalo Saraiva Matias — Inês Oom — José Maria Pimentel —Jwana Godinho — Luis Aguiar Conraria — Mariama Injai — Mariana Cabral — Mariana Van Zeller — Maria Filomena Mónica — Maria Manuel Mota — Margarida Couto — Miguel Faria e Castro — Noélia Jerónimo — Nuno Mateus — Patrícia Teixeira Lopes — Pedro Cordeiro — Pedro Santa Clara — Raquel Vaz Pinto — Ricardo Marvão — Susana Peralta — Vanda de Jesus — Álvaro Siza Vieira — Ana Vidigal — Armando Marques Guedes — Armindo Monteiro — Carlota Ribeiro Ferreira — Carlos Fiolhais — Conceição Zagalo — Daniel Oliveira — Dino d'Santiago — Emílio Rui Vilar — Fernando Soares — Francisco Mendes da Silva — Gonçalo Saraiva Matias — Inês Oom — José Maria Pimentel —Jwana Godinho — Luis Aguiar Conraria — Mariama Injai — Mariana Cabral — Mariana Van Zeller — Maria Filomena Mónica — Maria Manuel Mota — Margarida Couto — Miguel Faria e Castro — Noélia Jerónimo — Nuno Mateus — Patrícia Teixeira Lopes — Pedro Cordeiro — Pedro Santa Clara — Raquel Vaz Pinto — Ricardo Marvão — Susana Peralta — Vanda de Jesus — Álvaro Siza Vieira — Ana Vidigal — Armando Marques Guedes — Armindo Monteiro — Carlota Ribeiro Ferreira — Carlos Fiolhais — Conceição Zagalo — Daniel Oliveira — Dino d'Santiago — Emílio Rui Vilar — Fernando Soares — Francisco Mendes da Silva — Gonçalo Saraiva Matias — Inês Oom — José Maria Pimentel —Jwana Godinho — Luis Aguiar Conraria — Mariama Injai — Mariana Cabral — Mariana Van Zeller — Maria Filomena Mónica — Maria Manuel Mota — Margarida Couto — Miguel Faria e Castro — Noélia Jerónimo — Nuno Mateus — Patrícia Teixeira Lopes — Pedro Cordeiro — Pedro Santa Clara — Raquel Vaz Pinto — Ricardo Marvão — Susana Peralta — Vanda de Jesus —

Vamos materializar o futuro?